Resenha: Presentes da Vida

Título: Presentes da Vida
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Nota: 
Sinopse: Darcy Rhone sempre teve todos os homens aos seus pés. Tinha um emprego glamouroso, um seleto círculo de amizades e um noivo perfeito, Dexter Thaler. No entanto, tudo mudou quando Darcy se envolveu com o melhor amigo de seu noivo. Seu noivado acabou e ela perdeu sua melhor amiga, Rachel. Incapaz de assumir responsabilidades e de enfrentar todo esse mal-estar, Darcy fugiu para Londres, para a casa de um amigo de infância, imaginando que poderia passar uma borracha em tudo isso. Mas, para seu desânimo, Londres se tornou um mundo estranho, onde seus truques de sedução não mais funcionavam e onde sua sorte parecia ter se evaporado.


Minha opinião sobre o livro:

Darcy Rhone é uma mulher muito bonita, atraente, com lindos cabelos cacheados e que se acha bastante. Desde a época do fundamental ela recebia a atenção dobrada, tantos dos alunos quanto dos professores. Todos queriam ser amigos dela. Claro que Darcy era mega popular, mas não era do tipo que se aproveitava dos outros e sim, competitiva.

Conhece Dexter Thaler, os dois acabam se apaixonando e cerca de poucos dias antes do casamento descobre que ele a traía com a sua melhor amiga, Rachel.

Arrasada, Rhone viaja para Londres na esperança de reestruturar a sua vida.

Presentes da Vida retrata a mesma história de O noivo da minha melhor amiga, porém sobre o ponto de vista de Darcy, a amiga que foi traída.

Eu não li O noivo da minha melhor amiga, mas assisti o filme, acho que não tem necessidade de ler antes de Presentes da Vida, porém queria ter lido, pois queria relembrar a história e pelo que percebi há muita coisa no livro que não aparece no filme, (como sempre).

Nas primeiras páginas eu sentia raiva da Darcy; mimada, competitiva, controladora e sempre arranja uma justificativa para os seus atos. Não entendo porque ela ficou tão indignada pelo fato de Dex a ter traído com a melhor amiga sendo que ela fez a mesma coisa, (o traiu com o seu melhor amigo, Marcus). Por falar nele, não fui com a cara desse personagem desde o começo. Nunca quis nada sério com a Darcy e mesmo assim ela insistia em continuar com o relacionamento. Para falar a verdade, ela nem gostava tanto assim do Marcus, só queria ficar com ele como um simples troféu.

Ao longo da história, Rhone evolui e se torna menos insuportável a cada capítulo. Deixa de lado a sua futilidade e acaba se preocupando mais em fazer o certo, deixando a velha Darcy para trás.

"Eu sabia que meu cabelo estava bagunçado pelo vento e que nossos narizes estavam vermelhos por causa do frio, mas eu não me importava. Eu tinha aprendido a não dar tanta importância a essas coisas superficiais, a valorizar o conteúdo e não a forma."

Eu daria nota 3 até a metade do livro, mas a personagem principal muda de uma forma que nem parecia mais a Darcy das primeiras páginas. Foi muito difícil para ela tomar certas decisões, afinal a sua vida mudou drasticamente. A autora escreveu de uma maneira que fez com que eu tomasse as dores da personagem, me senti como a própria Darcy em algumas partes, por isso dou nota 4.

"Enquanto todos aplaudem e bebem champanhe, eu sorrio, pensando que ela havia dito a coisa certa. Amor e amizade. São eles que nos fazem ser quem somos e podem nos mudar, se deixarmos".

Apesar do final ser previsível acabei me emocionando. Gostei do livro, mais do final,  e recomendo!


Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Tenho vontade de ler esse livro, mesmo nao gostando muito dessa ideia de traição e reviravoltas.
    E esse lance do personagem crescer e mudar o conceito que temos dele, é um ponto importante pq personagem chato já basta muitos que encontramos por aí, tipo Bella e Edward... rsrsrsrsrs

    BJokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  2. Evolução de um personagem é alto muito bonito de se ver/ler.
    Gostei daqui. Visita-me?
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Flor, tem selinho lá no blog pra você!
    Espero que goste, Beijoos.
    http://estantevirtual-silva.blogspot.com.br/2012/07/selinho-e-noticias.html

    ResponderExcluir
  4. Nunca tive muito interesse em ler nada da Emily Giffin... não sabia que o filme "O Noivo da minha melhor amiga" tinha relação com esse livro!

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre achei que esse livro fosse espírita, haha.
    Mas depois que descobri que ele é antes de 'O Noivo da minha melhor amiga' fiquei curiosa para ver como vai ser :)

    Beijos
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu já li varias resenhas desse livro e sempre acho que a Darcy é fútil hehe

    Parabéns pela resenha

    bjos

    http://oincrivelmundodapotinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu li O noivo da minha melhor amiga e adorei.
    Tô super curiosa pra ler esse livro e saber a versão da Darcy dessa história. :D

    Beijinhos!
    http://livrosetsurus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Mylla!

    Eu AMO esse livro, gostei demais dele e do O Noivo da Minha Melhor Amiga, mas esse ainda é o meu preferido. O final é perfeito! *-*
    Bela resenha! ;)

    Beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Mylla, adorei a resenha. Parabéns!
    Nunca li o livro mas depois da sua resenha já coloquei ele na minha (imensa) lista de desejados.

    Sucesso sempre! beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Mylla! Resenha nota: 10! rs
    Bom, como você sabe... comprei o Presentes da Vida... mas acho que vou ler outros livros que estou interessada antes dele. Mas como confio no seu gosto literário, com certeza vou gostar da história desse livro!
    Parabéns viu!
    Você é demais. ;D

    Beijos!

    Grazi
    http://alwaaysliving.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir